quinta-feira, novembro 01, 2007

Antigo "About Me" do Orkut

Agora, com o blog, o meu antigo "abuot me" do Orkut já não faz mais sentido.

Então fica aqui, na memória:

-Mestrando em Economia na UFMG;
-Na graduação (UFRGS), fui bolsista e colaborador voluntário de movimento estudantil (DAECA);
-Eu gostei da minha graduação;
-Movido à cerveja Polar, pastel da República e xis-lombo no Cavanhas e no Pinguim (Lima e Silva);
-Odeio tudo o q toca na Radio Jovem-Pan e Eldorado;
-Não sou chegado a radicalismos políticos, para a direita ou para esquerda;
-Economistas favoritos: John Maynard Keynes, Amartya Sen, Jefrey Sachs, Paul Krugman, Celso Furtado.
-Filmes trash rulez!!!
-Curto literatura antiga, e ainda me meto a crítico (ver blog);
-Trabalhei no Núcleo de Análise e Pesquisa Econômica, um pequeno escritório na FCE onde mais de 20 bolsistas lutam por uma vaga na mesa ou em algum computador;
-Áreas de interesse: Economia Social, Economia da Educação, Economia e Meio Ambiente, Finanças Públicas, Sistemas Econômicos Comparados, Metodologia da Economia, Economia Brasileira, História do Pensamento Econômico;
-Guitarrista amador, muito amador;
-Durante muito tempo da minha vida, Metallica, Ramones e Green Day eram meus grandes vícios, mas hoje já escuto mais Black Sabbath, Angra e Kiss;
-Agora, meu negócio é Nightwish, Chuck Berry e Black Sabbath;
-Realmente, eu odeio boys e pattys, e não me faltam motivos para isso;
-Sou um tanto tímido com pessoas desconhecidas;
-Mas com meus amigos, gosto de fazer brincadeiras que nem sempre são humorísticamente reconhecidas;
-Meu herói de infância era o Diesel (Kevin Nash);
-O melhor disco de todos os tempos é o "Heaven and Hell", do Black Sabbath, mas o "No More Tears" do Ozzy não fica muito atrás;
-Já gostei de rum e de vodka, mas parei;
-Ainda em busca da melhor cerveja do mundo: prefiro cerveja Polar, Carlsberg (Dinamarca) e Miller (EUA).
-Nunca fumei maconha nem cigarro;
-Mas de charutos eu gosto, principalmente cubanos;
-Phillies Blunt folhado a chocolate ou mel já serve;
-Odeio fundamentalismo, seja religioso, político ou ideológico;
-E econômico, odeio muito mais;
-Fui monitor de Economia Brasileira Contemporânea, e já dei umas 10 aulas.
-God knows I've done my best.
-Não surfo, não faço musculação, não suporto música dance, não uso roupas de grife. E vivo muito bem.
-Não adianta ter doutorado em universidade famosa dos EUA: um professor tem q ter didática!
-Não torço para a Seleção Brasileira principal.

-SIM, SOU LOUCO, E DAÍ?????
-Mas acho q algum dia eu já fui um cara normal.
-E, se teve alguém que teve saco de ler essas bobagens até aqui, fico feliz de não estar sozinho nessa!

Outra hora eu comento um pouco as raízes históricas de cada frase.

2 comentários:

Thiago F. Andreis disse...

E ae Martini!
Olha cara, valeu por me dar teu cel, mas realmente era longe demais para eu te telefonar ou ir tomar um chope contigo. Caxambu é legal, mas é minúscula e longe de tudo. Uma coisa eu aprendi: próxima vez que for pra Minas, tenho que levar remédio para enjôo... Rapaz, subir e descer aquela serra de ônibus é muito enjoante!
Resolvi criar um blog tb. Influência tua e de mais alguns amigos/as. Se tu não se importar, vou colocar um link do teu lá no meu. Não te assusta com o nome pedante, tá? Foi uma homenagem meios inconsciente ao Max Weber...
Abraço, cara!

Ricardo Agostini Martini disse...

Então... bem vindo ao mundo blogueiro!